Orange C

ROCHE FARMA

Prolopa DR 200mg/50mg c/ 30 Comprimidos

SKU: 27350

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA. NÃO UTILIZE NENHUM MEDICAMENTO SEM ORIENTAÇÃO MÉDICA, PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.
Prolopa - Levodopa + Benserazida - 250mg Caixa Com 30 Comprimidos Indicação: Prolopa é indicado para o tratamento de pacientes com doença de Parkinson. Leia mais...
R$86,77 no Cartão de Crédito, PIX ou Boleto Bancário

Frete grátis para a cidade de SP acima de R$ 150,00 e, ABC e Santos acima de R$ 100,00 *Consulte CEP's atendidos

Calcular frete e prazo de entrega

Número Máximo de Caracteres: 30

Descrição do produto


Prolopa
- Levodopa + Benserazida
- 250mg Caixa Com 30 Comprimidos

Indicação: Prolopa é indicado para o tratamento de pacientes com doença de Parkinson.

Contraindicação: Prolopa não deve ser administrado à pacientes com hipersensibilidade conhecida à levodopa, à benserazida ou qualquer componente da fórmula; Prolopa não deve ser associado a inibidores da monoaminoxidase (IMAOs) não-seletivos; Entretanto, inibidores seletivos da MAO-B, como a selegilina e rasagilina, ou inibidores seletivos da MAO-A, como a moclobemida, não são contraindicados; A combinação de inibidores da MAO-A e MAO-B é equivalente a IMAOs não-seletivos e, portanto, não deve ser administrada concomitantemente com Prolopa (vide item Interações medicamentosas); Prolopa não deve ser administrado a pacientes com doenças descompensadas nas glândulas endócrinas, nos rins, no fígado e no coração, assim como pacientes com glaucoma de ângulo fechado ou com história anterior de doenças psiquiátricas graves com componente psicótico; Informe seu médico sobre qualquer medicamento utilizado antes ou durante o tratamento; Prolopa não deve ser administrado a pacientes com menos de 25 anos de idade (o desenvolvimento ósseo deve estar completo); Prolopa não deve ser administrado à mulheres grávidas ou com possibilidade de engravidar, na ausência de método anticoncepcional adequado; Se ocorrer gravidez durante tratamento com Prolopa o medicamento deverá ser interrompido imediatamente; Como a passagem de benserazida para o leite materno é desconhecida, mães em tratamento com Prolopa não devem amamentar, pois a ocorrência de malformações do sistema esquelético da criança, não pode ser excluído; Se estiver usando Prolopa, informe seu médico caso tenha que se submeter a uma cirurgia; Não faça uso deste medicamento sem prescrição e acompanhamento médico; Pode ser que Prolopa não seja indicado para seu caso, o que só seu médico poderá avaliar; Pela mesma razão, não ceda nem recomende este medicamento para outras pessoas.

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA; NÃO UTILIZE NENHUM MEDICAMENTO SEM ORIENTAÇÃO MÉDICA, PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.

Mais Informações

Informação Adicional

Advertência Anvisa VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA. NÃO UTILIZE NENHUM MEDICAMENTO SEM ORIENTAÇÃO MÉDICA, PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.
Sku 27350
Código EAN 7896226506463
Fabricante | Fornecedor ROCHE FARMA
Marca PROLOPA
Princípio Ativo LEVODOPA + BENSERAZIDA
Principal Indicação Prolopa é indicado para o tratamento de pacientes com doença de Parkinson.
Contraindicação Prolopa não deve ser administrado à pacientes com hipersensibilidade conhecida à levodopa, à benserazida ou qualquer componente da fórmula. Prolopa não deve ser associado a inibidores da monoaminoxidase (IMAOs) não-seletivos. Entretanto, inibidores seletivos da MAO-B, como a selegilina e rasagilina, ou inibidores seletivos da MAO-A, como a moclobemida, não são contraindicados. A combinação de inibidores da MAO-A e MAO-B é equivalente a IMAOs não-seletivos e, portanto, não deve ser administrada concomitantemente com Prolopa (vide item Interações medicamentosas). Prolopa não deve ser administrado a pacientes com doenças descompensadas nas glândulas endócrinas, nos rins, no fígado e no coração, assim como pacientes com glaucoma de ângulo fechado ou com história anterior de doenças psiquiátricas graves com componente psicótico. Informe seu médico sobre qualquer medicamento utilizado antes ou durante o tratamento. Prolopa não deve ser administrado a pacientes com menos de 25 anos de idade (o desenvolvimento ósseo deve estar completo). Prolopa não deve ser administrado à mulheres grávidas ou com possibilidade de engravidar, na ausência de método anticoncepcional adequado. Se ocorrer gravidez durante tratamento com Prolopa o medicamento deverá ser interrompido imediatamente. Como a passagem de benserazida para o leite materno é desconhecida, mães em tratamento com Prolopa não devem amamentar, pois a ocorrência de malformações do sistema esquelético da criança, não pode ser excluído. Se estiver usando Prolopa, informe seu médico caso tenha que se submeter a uma cirurgia. Não faça uso deste medicamento sem prescrição e acompanhamento médico. Pode ser que Prolopa não seja indicado para seu caso, o que só seu médico poderá avaliar. Pela mesma razão, não ceda nem recomende este medicamento para outras pessoas.
Cor Não
Tamanho Não
Garantia (Meses) 1
Garantia (Descritiva) 30 dias contra defeito de fabricação.
Conteúdo da Embalagem Não
Voltagem Não
SAC do Fabricante | Fornecedor 0800-7720289
Registro MS 1010000640177
Mais Informações N/A
Ativar Contador? N/A
Título Contador N/A
Data Final do Contador N/A
Descrição Prolopa
- Levodopa + Benserazida
- 250mg Caixa Com 30 Comprimidos

Indicação: Prolopa é indicado para o tratamento de pacientes com doença de Parkinson.

Contraindicação: Prolopa não deve ser administrado à pacientes com hipersensibilidade conhecida à levodopa, à benserazida ou qualquer componente da fórmula; Prolopa não deve ser associado a inibidores da monoaminoxidase (IMAOs) não-seletivos; Entretanto, inibidores seletivos da MAO-B, como a selegilina e rasagilina, ou inibidores seletivos da MAO-A, como a moclobemida, não são contraindicados; A combinação de inibidores da MAO-A e MAO-B é equivalente a IMAOs não-seletivos e, portanto, não deve ser administrada concomitantemente com Prolopa (vide item Interações medicamentosas); Prolopa não deve ser administrado a pacientes com doenças descompensadas nas glândulas endócrinas, nos rins, no fígado e no coração, assim como pacientes com glaucoma de ângulo fechado ou com história anterior de doenças psiquiátricas graves com componente psicótico; Informe seu médico sobre qualquer medicamento utilizado antes ou durante o tratamento; Prolopa não deve ser administrado a pacientes com menos de 25 anos de idade (o desenvolvimento ósseo deve estar completo); Prolopa não deve ser administrado à mulheres grávidas ou com possibilidade de engravidar, na ausência de método anticoncepcional adequado; Se ocorrer gravidez durante tratamento com Prolopa o medicamento deverá ser interrompido imediatamente; Como a passagem de benserazida para o leite materno é desconhecida, mães em tratamento com Prolopa não devem amamentar, pois a ocorrência de malformações do sistema esquelético da criança, não pode ser excluído; Se estiver usando Prolopa, informe seu médico caso tenha que se submeter a uma cirurgia; Não faça uso deste medicamento sem prescrição e acompanhamento médico; Pode ser que Prolopa não seja indicado para seu caso, o que só seu médico poderá avaliar; Pela mesma razão, não ceda nem recomende este medicamento para outras pessoas.

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA; NÃO UTILIZE NENHUM MEDICAMENTO SEM ORIENTAÇÃO MÉDICA, PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.
Fechar

Clique aqui e saiba mais sobre a nossa
Política de Envio.
Consulte no rodapé da loja nossas políticas.